Fim da Revista Capricho | Depressão de uma Era

19:43

Olá pessoal, tudo bom com vocês?

Confesso que estou bem, graças a Deus, com saúde e feliz... Mas ontem recebi  uma notícia que me deixou chorosa/reflexiva. Sabe a Revista Capricho? A menina dos olhos da Editora Abril? Pois é, divulgou oficialmente o fim da versão impressa da revista, o que todo mundo sabia que um dia chegaria. A CH continuará no meio online, como é o destino da maior parte dos veículos que hoje ainda conseguem circular de forma impressa.



Não achei ruim a ideia de ter o digital atrelado a uma história de adaptações, tal qual é o jornalismo que vem se adequando às novidades desde o tempo da prensa de Gutemberg. O que me deixou de certa forma incomodada foi a extinção do impresso. Eu estudo plataformas digitais, adoro esse meio e quero seguir essa linha de pesquisa como estudo acadêmico, mas jamais pensei que ficaria tão abalada com o fim da CH impressa.

Sei lá, tenho tantas boas lembranças desse tempo... Lembro que no 1º ano do ensino médio a revista passava de mão em mão por todas as meninas da sala, era um elo sagrado entre nós que se repetia quinzenalmente. Lembro que já corri a trás de Colírio da Capricho, vi amigos meus se tornar colírio, me inscrevi diversas vezes para participar da Galera CH... Tantos momentos bons que a revista me proporcionou, que não tinha como eu não derramar uma lágrima com essa notícia.

O fato é que a nova geração de leitoras da Capricho de fato já nasceu no meio online, minha irmã mesmo acessa o site todos os dias, mas nunca a vi comprando uma revista, assim como eu fazia. Comecei a andar de ônibus sozinha indo para uma banca de jornal e revista atrás da Capricho nova. Esse mês mesmo pedi para minha mãe comprar a edição com as blogueiras na capa e fiquei triste por saber que ainda não tinha chegado na banca. Tive que ir em uma livraria atrás da revista, comprei e saí super satisfeita, do mesmo jeito que eu ficava  quando tinha 13 anos.

Toda mudança causa estranhamento, essa em especial mexeu demais comigo. Percebi que eu realmente cresci  que certas coisas ficaram deixadas para trás, tal como o hábito de comprar Revistas Caprichos. Tudo muda não é? As vezes de forma impactante, mas um dia ou outro a modernidade e o tic-tac do relógio ficam mais acelerados.

O que me resta é aceitar que doí menos! hahaha

E ai pessoal, o que acharam da mudança?
beijinhos

Você também poderá gostar

17 comentários

  1. Nossa que triste saber disto! Comprava todo mês quando era mais nova, mas ultimamento acesso somente pelo site mesmo. Mas é ruim saber que a revista mais amada da galerinha teen ( adultos tbm haha ), vai ficar somente no site :/
    http://www.alicesantana.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Alice, mas tudo muda, né?
      Vamos ter que nos acostumar
      Beijinhos

      Excluir
  2. Quando vi o post lá no facebook achei que fosse um post qualquer de uma menina que gosta da capricho e está triste porque ela está acabando e blablabla, mas quando comecei a ler o post a primeira coisa que pensei foi "meu Deus, essa mulher SABE do que está falando, não é qualquer postzinho não", hahahahahaha.. Me identifiquei com texto porque estou finalizando esse mês minha faculdade de comunicação, rs.
    Parabéns porque você escreve bem DEMAIS!
    Beijinhosss

    www.prettyplease.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain Kety, você não sabe o quanto que esse comentário me fez feliz! Muito sucesso na sua carreira de comunicadora, quem sabe um dia não nos encontramos nos caminhos da profissão?
      Um super beijo!!!!

      Excluir
  3. Nossa, eu no meu primeiro ano do ensino médio as revistas eram as queridinhas, passava realmente pela mao de todas, era ótimo, uma super diversão, mais realmente nada é eterno, em fim ficamos todas muitos tristes com o fim da revista Ch :/
    Bjaooo linda <3
    http://atraspenteadeira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como você disse, nada é eterno.
      Beijinhos e volte sempre, tá??

      Excluir
  4. Uma das coisas que meu professor de ciberjornalismo diz é que o papel vai acabar. Jornais, revistas, livros: tudo será divulgado única e exclusivamente no mundo virtual, um dia. O discurso foi repetido por outros profissionais em um evento realizado nessa semana lá na faculdade, e em todos os momentos eu penso: pessoal, sejam menos apocalípticos, por favor.

    Sei que muitas coisas mudaram ao longo dos anos e determinados meios se tornaram obsoletos - vinil, máquina de escrever, disquete, discman -, então não, eu não descarto que o produto virtual acabe se tornando mais consumido do que esse que podemos tocar, sentir e cheirar, mas na minha cabeça os profissionais de ciber estão fazendo um baita de um terrorismo. Só que vendo a Capricho ir para o mundo online... não sei. Também estou reflexiva nesse momento.

    A Capricho é antiga. Nessa edição dos youtubers mesmo, a editora faz referência à capa de 2003 no editorial. Uma capa de mais de dez anos!! E sabemos que a Capricho já estava lá antes dos atores de Malhação aparecerem na capa. Um meio de comunicação de tantos anos agora está aqui, se adaptando às modernidades. Mas ao meu ver a adaptação é apenas um dos fatores que levaram a essa decisão.

    O mundo online é mais econômico. Imagina o quanto os gastos vão cair agora que não precisam mais se preocupar com a impressão de tantos exemplares? Em uma época de crise, essa opção é pra lá de tentadora. Além do mais, é como você colocou, Geovanna: o público mudou. Leitores da Capricho - e outras tantas revistas adolescentes - estão mais antenados na internet e distantes do papel. Diferente de nós, as mais velhas, que estamos acostumadas com as telas e com as folhas. Nós somos um momento de transição.

    Continuo acreditando que o papel vai demorar pra cair, mas tô vendo que é um fato de que esse momento de mudanças já começou.

    pordeusnicolle.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus professores falam a mesma coisa.. O papel vai se extinguir. Eu acho maravilhosa a ideia de ter tudo ao seu alcance na palma da mão, mas jamais imaginei ficar tão abalada com o fim de um meio impresso.
      Estamos ainda em processo de adaptação né?
      Acho que a geração de leitores da Capricho já se acostumaram com isso, tendo em vista que a maioria das leitoras já nasceu no "online".
      Bom, vamos aguardar os próximos capítulos dessa mudança!
      Beijinhos, adorei seu comentário.
      Volte mais vezes!!!

      Excluir
  5. Fiquei bem triste com a notícia, querendo ou não a Capricho impressa marcou a vida de muitas pessoas, a minha foi uma delas, participei de algumas matérias na revista e não tem sensação melhor que ver a tua foto impressa na tua revista favorita...
    Blog PS Milena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu imagino Mi.. A revista acabou, mas ficam os bons momentos, não é?
      Beijinhos, volte sempre.

      Excluir
  6. Nossa, jura que a Capricho impressa acabou? =O Não sabia porque faz tempo que não leio, mas também tô chocada! Também comprava na época da escola e dividia com as minhas amigas, triste saber que a geração de agora é só no online. Bom, as coisas mudam né? E agora tô começando a me sentir velha hahahaha

    Beijos!

    Beleza Mista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, você por aqui!!! Pois é, acabou a versão impressa.
      Realmente as coisas mudam, né? Também estou me sentindo velha kkk
      Beijinhos

      Excluir
  7. Ai, que amor! Essa revista viu a gente crescer, cara. Tirou nossas dúvidas, quando a gente não tinha a quem perguntar *certas coisas*. E sempre estava ali, na nossa mochila. Espanta tanto saber que agora nada estará mais no papel, pra a gente guardar, recortar e colar num diário. Não dá mais pra pegar. Foi bom você ter parado pra refletir, Geovanna. Post lindo, transpirando amor e biografia. Amo essas coisas da vida real..

    Beijoquitas :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onw gata, adoro seus comentários!!!!
      Pois é, cortar nem pegar uma CH será possível.. mas tenho a fé que o nome da revista sobreviva no online e n feche as portas de vez.

      Excluir
  8. SENHOR GOD! Não sabia disso Ge, :o a não cara. Amo a Capricho, mas com a tecnologia passando na frente de tudo já era de se imaginar mesmo :(

    Beijos ♥
    www.bloogdabea.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Bia, já era de se esperar, mas não imaginava ficar tão abalada como estou kkk
      beijinhos, volte sempre!

      Excluir